Jesab tem momentos de alegria e um inacreditável imprevisto

 

A magia de um sorriso dos atletas triunfantes era tudo o que queríamos ver no final das competições. Mas teve alguma coisa a mais para recordar.Ontem em Jaciara o Master de Cuiabá foi bicampeão da Jesab. A Camila e a Adriana do vôlei feminino de areia também foram campeãs, e outra medalha de ouro veio da sinuca, com o Carlos Miguel Pirovani.Teve muita euforia durante a solenidade de premiação, que fechou a programação da Jornada Esportiva Estadual de AABBs (JESAB). O supermaster de Cuiabá foi vice-campeão, e quanto à absoluta neste ano novamente os nossos atletas ficaram de fora da premiação que consagrou os campeões mesmo tendo se destacado nas competições e disputado a final.

 

Um erro de arbitragem e uma invasão de campo resultaram numa confusão generalizada nos momentos finais da competição, quando Cuiabá e Colíder estavam na cobrança dos pênaltis após um jogo tenso que terminou empatado em 0 x 0. A emoção de uma final deixa os atletas com os nervos à flor da pele, e isso explica a expulsão do Marcelo Olho, por exemplo, que ao final do jogo foi se desculpar com os árbitros num gesto de esportividade. Mas quando o juiz anulou um gol de Cuiabá e determinou que o pênalti fosse novamente cobrado os jogadores, com razão, protestaram. Afinal o gol já havia sido validado e o juiz voltou atrás porque o Galo, goleiro do Colíder, olhou pra ele e disse que estava fora da linha na hora do chute. Ele queria, na verdade, uma segunda chance, e o juiz foi na dele. Até aquele momento, porém, havia apenas um tumulto em volta da equipe de arbitragem. 

 

De repente, no entanto, um exaltado torcedor do Colíder invadiu o campo e foi até os jogadores. Este foi o estopim da bomba. Era o mesmo torcedor que durante todo o jogo havia xingado jogadores e juízes, e perseguiu o tempo todo o Babalú, jogador do Cuiabá. Jurou que iria pegá-lo depois do jogo, aquelas cenas típicas de booling em portas de escolas. Muitas vezes as confusões acabam esfriando sozinhas, mas desta vez não foi assim, porque o cara não apenas entrou em campo como ainda foi bater nos jogadores, que se defenderam e contra-atacaram,  e a partir daí a pancadaria rolou solta. A Polícia foi chamada, e a confusão, então, acabou.

 

Dessa forma, a decisão entre Cuiabá e Colíder foi suspensa e ninguém sabe ao certo o que irá acontecer.Uma pena que a festa de integração esportiva tenha terminado assim. Ganhar ou perder faz parte do jogo, mas isso não tinha que acontecer. Não estava no script. Só que não foi a primeira vez. Em anos anteriores também há registros negativos. Fica como aprendizado para os próximos eventos.

 

 Apesar do final inesperado, nem por isso se pode dizer que a festa não foi boa. Porque a Jesab 2019 foi uma coleção de alegrias. Os imprevistos também não ofuscaram o sucesso  do evento. A AABB de Jaciara foi elogiada inclusive pelo superintendente estadual do Banco do Brasil, Pedro Marques Júnior, pela organização da Jesab.

 

RETROSPECTIVA DOS JOGOS

 

Master

 

O Master de Cuiabá ganhou os 2 jogos de sábado por 10 x 0, primeiro contra o Torixoréu e depois contra Jaciara. 20 x 0 em apena 2 jogos. Moreno, Luiz André e Rinaldo se destacaram no ataque mas o time inteiro foi impecável em suas exibições, e tanto é que o Fernando ganhou a medalha de melhor goleiro da categoria. Ele sofreu apenas 1 gol. 

 

A final foi contra o Sinop, e o primeiro tempo terminou com o placar de 1 x 0, gol de Moreno. Nos jogos de sábado o primeiro tempo fechou com 4 x 0, e no segundo tempo vieram mais 6 gols.

 

O Sinop jogou bem e atacou com perigo várias vezes. Mas com muita velocidade de seus jogadores o Cuiabá ampliou o placar com Elthron, Bia e Rinaldo, que ontem fez 2 gols. O Edson marcou o gol de honra do Sinop, que teve o Valdomiro expulso e jogou com 1 a menos por boa parte do segundo tempo.

 

A respeito da equipe, o Bia observou que está todo mundo jogando no mesmo nível. Veja o que ele disse após o primeiro jogo, no sábado: "O jogo, por ser a estreia, foi bom. Todo mundo correspondeu bem. Todos os atletas que entraram, inclusive todos jogaram, acho que está todo mundo no mesmo nível, tanto quem saiu jogando quanto quem entrou jogando. Os atacantes também estão jogando bem, e é isso aí, eu acho que estamos no caminho certo".

 

Absoluta

 

Os meninos da categoria Adulta (Absoluta) também deram show na Jesab em Jaciara. Sábado eles golearam o Barra do Garças por 5 x 0 e o Sinop por 4 x 2. 

 

Veja a fala do treinador, Nelinho Carmo, sobre as competições e o desempenho de sua equipe: "O primeiro jogo foi bem tenso e esquisito. Até pedi tempo durante o jogo e comentei com os jogadores que a gente estava ganhando o jogo de 3 a 0 já no primeiro tempo mas que estava um jogo esquisito. A nossa marcação não estava a ideal, mas depois este problema foi resolvido e a equipe passou a finalizar melhor. Acertando a marcação, o nosso jogo melhorou".

 

Questionado sobre quem tinha sido o melhor jogador ao final da primeira partida, Nelinho respondeu que Dhiogo Vovô é o diferenciado do time. Mas também temos o Marcelo, que é matador e sabe fazer gol. Ele define jogo. Então, assim, independente da idade ele é um dos líderes do grupo e sempre foi bem vindo entre a gente. É um cara que define jogo. Qual equipe que não quer o Marcelo? Quanto ao Dhiogo, ele sabe roubar a bola e sabe partir para o ataque, dribla fácil, tem o passe excelente, é bom finalizador. Assim como o Marcelo, ele tem a idade mais elevada em relação ao restante do time, mas faz muito a diferença, joga muito".

 

Mas Nelinho ressalta que este time da absoluta tem muito potencial. "A diferença que eu vejo nesta equipe é que o grupo está focado. Já tem uns 4 anos em que a filosofia nossa de trabalho é a de que cada jogo é uma final, e graças a Deus não perdemos nenhum jogo até agora. Perdemos aquele jogo de WO lá em Sinop por bobeira, mas em campo a gente nunca ganhou apenas de 1 x 1, 2 x 1 ou 3 x 2, nunca foi jogo apertado. Porque neste grupo é sempre um jogando pelo outro. É um torcendo pelo outro. Eu não tenho reserva neste grupo, todos são titulares. Então, quem está fora sempre está torcendo pelo outro e incentivando. Isso enaltece muito o grupo".

 

Supermaster

 

A derrota de 1 x 0 para Sorriso na final da Jesab tirou a medalha de ouro dos atletas de Cuiabá, mas não o brilho demonstrado durante todas as competições, inclusive na final. Ceará e Peixe jogaram bem na retaguarda, ajudados pelo Medina, e Marcos Rocha (Marquinhos), Edmílson, Bira e Eneas formam o ataque que garantiu a classificação do time para a final, ganhando de 3 x 2 do Sinop e de 5 x 1 do Jaciara.  

 

O bicampeonato não veio desta vez, mas o time não teria perdido a final se jogasse no segundo tempo no mesmo nível do primeiro, em que o Sorriso foi atacado o tempo todo, e no melhor lance do jogo para o Cuiabá o Edmílson fez um corta luz sensacional para o Marcos Rocha, que só não estufou as redes porque foi derrubado pelo Galo, zagueiro do adversário. Ele também interceptou muitas outras jogadas do Cuiabá, e quando não conseguiu fazer isso teve o goleiro, que não cometeu nenhum erro durante todo o jogo. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Rua Alexandre de Barros, 67 - Chácara dos Pinheiros (Coxipó)
Cuiabá-MT - Cep 78080-030
Tel: (65) 3661-1944 | +55 65 9 9235-2546- E-mail: aabbcba@terra.com.br