REGULAMENTO CAMPEONATO INTERNO

 

 

AABB
ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL

 

REGULAMENTO DO CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DE 2018
 

 

I – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

 

Art. 1º - Este regulamento é um conjunto de normas que regem o campeonato interno da AABB de 2018.

 

II – DA ORGANIZAÇÃO

 

Art. 2º - A referida competição será coordenada pelo Departamento de Esportes da AABB, ao qual compete: elaborar tabelas, fixar horários e local dos jogos, realizar e fiscalizar os sorteios, providenciar material, designar árbitros e auxiliares e tomar decisões de natureza técnica. 

 

III – DOS OBJETIVOS

 

Art. 3º - A competição tem por objetivo a participação, lazer e prática de atividades esportivas no Clube, sempre buscando uma maior confraternização entre os associados.

 

IV – DA PARTICIPAÇÃO

 

Art. 4º - Participarão das competições todos os sócios e seus dependentes que estejam adimplentes com o clube, sendo cobrada uma taxa de R$ 70,00 (setenta reais) por participante a ser debitada em duas parcelas de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) nos dias 20/05 e 20/06 de 2018.

 

 

Parágrafo Primeiro. O valor acima descrito, engloba despesas com arbitragem (árbitros do quadro da FMF), bolas, medalhas, troféus e comemorações festivas no torneio inicio e nas finais do campeonato, não se inserindo assim, no valor cobrado dos associados para a utilização rotineira do clube.

 

Parágrafo Segundo.  Caso algum associado não queira participar do campeonato, deverá manifestar por escrito ao Clube, essa intenção, o que impedirá o desconto acima descrito nas referidas contas bancárias.

 

Parágrafo Terceiro. Para que se dê publicidade ao presente regulamento, cópia do mesmo será disponibilizado no Site Oficial (www. aabbcba.com.br) da Associação Atlética Banco do Brasil, além de ser entregue a todos os líderes responsáveis pelas montagens dos times para ciência.

 

Parágrafo Quarto.  Para os atletas que não estiverem na relação de escolha os mesmos serão sorteados em data a ser marcada pela organização desde que estejam regularizados na secretaria do clube.

 

Parágrafo Quinto.  O associado que, no decorrer da competição, tornar-se inadimplente com a Associação Atlética Banco do Brasil, por período superior a 90 (noventa) dias, não poderá participar dos jogos, sendo-lhe enviado antecipadamente notificação nesse sentido. Fica permitida a notificação via sistema eletrônico, como forma de otimizar a aplicação deste dispositivo.

 

Parágrafo Sexto. A violação ao dispositivo acima descrito importará na perda dos pontos eventualmente computados à equipe, cujo atleta tenha participado da partida. Para o disposto no parágrafo anterior, será enviado via sistema eletrônico, em caráter sigiloso, para os comandantes dos times, relação dos atletas, de sua equipe, que se encontram em situação de inadimplência, não podendo, assim, ser arguido desconhecimento sobre a questão. Será encaminhado aos líderes Boletim de Informação (BID) para informar os atletas aptos a participar de cada rodada.

 

 

Art. 5º - As equipes participantes serão agrupadas em chave única.

 



V – DO SISTEMA DA COMPETIÇÃO

 

Art. 6º - A competição será desenvolvida em três fases mais a final e as partidas terão início nos horários constantes das tabelas fixadas no quadro de avisos pelo Departamento de Esportes.

 

I – A bola arremessada pelo goleiro tem que ser com as mãos e não existe reversão se ultrapassar a linha divisória, situada no meio do campo;

II – O pênalti será cobrado livremente, não podendo o atleta cobrador ser penalizado com a obrigação de ficar com o pé parado;

III – O lateral será cobrado com os pés.

IV – O goleiro que não pertencer a  poderá ultrapassar o meio campo.  

 V – Na categoria Master todas as faltas serão anotadas, sem exceção, serão anotadas em sumulas, para efeito de contagem de faltas coletivas, que será feita durante todo o jogo. .
V.1-.Após a 9ª falta coletiva, a cobrança será da seguinte forma:
V.1.1- caso a infração tenha ocorrido no campo de ataque da equipe favorecida pela falta, deverá ser cobrado tiro livre direto do local demarcado, proibindo o passe para um companheiro, ficando todos os jogadores atrás da linha da bola, exceto o goleiro defensor.
Caso algum membro do banco de reserva receba cartão, também será contado como falta
V.1.2 – caso a falta seja no campo de defesa da equipe favorecida, será cobrada como falta.normal.de.jogo.
 

 

VI – DA CLASSIFICAÇÃO E DESEMPATE

 

Art. 7º - 1ª Fase

 

I – As equipes da chave jogarão entre si, em turno único, classificando-se, as oito melhores colocadas pela contagem de pontos nas categorias Absoluta e Master, e as seis melhores na categoria Super master, sendo que nesta categoria os dois primeiros colocados estarão automaticamente classificados para a semi-final.

 

II – No caso de igualdade de pontos ganhos entre duas equipes serão estabelecidos os seguintes critérios para desempate (dentro da fase):

 

  1. Confronto direto;

  2. Número de vitórias na fase;

  3. Saldo de gols;

  4. Números de gols pró;

  5. Menor número de cartões vermelho;

  6. Sorteio.

 

III – No caso de igualdade de pontos ganhos entre três ou mais equipes, serão estabelecidos os seguintes critérios para desempate (dentro da fase):

 

1-   Número de vitórias na fase;

  1. Saldo de gols;

  2. Números de gols pró;

  3. Menor número de cartões vermelho;

  4. Sorteio.

 

Art. 8º - 2ª Fase

 

I – As equipes classificadas jogarão em sistema de mata-mata (jogo único) obedecendo os seguintes critérios:

  1. Supermaster: 3º x 6º, 4º x 5º. O primeiro e o segundo colocados estão automaticamente classificados às semifinais

  2. Master:. 1º x 8º; 2º x 7º, 3º x  6º, 4º x 5º.

  3. Absoluta: 1º x 8º; 2º x 7º, 3º x  6º, 4º x 5º.

 

 

II – No caso de igualdade no placar a partida será decidida em penalidades máxima sendo a primeira série de 3 (três) pênaltis.

III – Persistindo o empate ver Artigo 10º.  

 

Art. 9º - Semifinal

 

I – Em caso de igualdade nos resultados ver Artigo 10º, itens II e III.

 

Art. 10º - Final

 

I – Jogo único entre os dois primeiros colocados da semifinal em que o vencedor será declarado campeão.

II – Persistindo o empate, a decisão será por série de 03 (três) penalidades máximas, cobradas alternadamente.

III- Persistindo o empate, será por cobrança alternada para cada equipe, por atletas diferentes até que haja uma equipe vencedora.

IV – Somente os atletas que constam na súmula devidamente identificados e que não foram excluídos da partida (cartões azul e vermelho) estarão aptos a cobrar as penalidades.

V – Caso a penalidade termine empatada após as cobranças alternadas, os atletas que compõem o banco de reservas devem bater as penalidades;

VI – Persistindo o empate será realizado sorteio para definir a equipe vencedora.

Parágrafo Único – Um atleta só poderá voltar a cobrar um pênalti, se todos os outros atletas da equipe já o tiverem cobrado.

 

Art. 11º - Da duração das partidas

 

I – As partidas da categorias Super Master e Master serão disputadas em dois tempos de 25 minutos, da categoria Absoluta em dois tempos de 30 minutos.

II – A final será disputada em dois tempos de 30 minutos

III – Haverá 01 tempo técnico de 02 minutos em cada partida para cada equipe, se solicitado ao mesário.

 

Art. 12º - Dos jogos e seus horários

 

I – O horário, local e seqüência dos jogos serão avisados previamente.

II – A partida só poderá ser antecipada, adiada ou alterada pela Coordenação do campeonato.

 

Art. 13º - A equipe que não comparecer no local da competição, no horário previsto, será considerada perdedora por W X O (tolerância será de 15 minutos)

    I – Em caso de W X O, a equipe presente será considerada vencedora pelo placar de
3 X 0 .

 

Art. 14º - A equipe estará apta para participar de uma partida se estiver devidamente uniformizada e com o mínimo de seis atletas dentro de campo (1+5).

 

I – A equipe dentro de campo deve ser composta por, no máximo, nove atletas sendo um goleiro e oito jogadores de linha.

 

II – Não existe limite para substituições, sendo que atletas substituídos poderão retornar ao jogo.

 

III – Somente permanecerão na área demarcada para o jogo o árbitro, os atletas (devidamente uniformizados), 1(um) técnico, e os mesários.

 

IV – O calçado utilizado na competição é o tênis comum ou o apropriado para a prática de futebol mini campo, não sendo permitido o uso de chuteira com trava (campo oficial). O atleta pode optar por jogar descalço.

 

VII – DA DISCIPLINA

 

Art. 15º - O atleta expulso deverá cumprir automaticamente suspensão de uma partida e, havendo necessidade, será julgado pelo Conselho Disciplinar.

 

Art. 16º - O Conselho Disciplinar terá obrigação de apreciar e julgar todas as infrações cometidas durante a competição por atletas, dirigentes e por pessoas diretamente vinculadas às equipes participantes.

 

I – As penalidades serão aplicadas das seguintes formas:

A – advertência;

B – suspensão;

C – Eliminação da competição.

 

Art. 17º - Serão usados cartões vermelho, azul e amarelo. O cartão amarelo determinará a permanência de dois minutos fora de jogo. O cartão azul desclassificará o atleta, podendo ser substituído por outro atleta, após dois minutos. O cartão vermelho implicará na expulsão do atleta, sem substituição.

 

I – O atleta que receber o cartão azul e/ou vermelho deverá, obrigatoriamente, ficar fora do campo de jogo.

II – O atleta que receber dois cartões azuis deverá, obrigatoriamente, cumprir uma partida de suspensão.

 III – Para outra fase e/ou turno somente os cartões azuis e amarelos serão zerados.

IV – O(s) atleta(s) envolvido (s) em agressão física sem disputa de bola, dentro ou fora do campo de jogo estará sujeito, após julgamento, a ser eliminado do campeonato.

 

VIII – DA PERMUTA

 

Art. 18º- Não será permitida a permuta de atleta em nenhuma das categorias.

IX – DA PONTUAÇÃO

 

Art. 19º - Vitória – 03 (três) pontos ganhos;

                 Empate – 01 (um) ponto ganho.

 

 

X – DA PREMIAÇÃO

 

Art. 20º - As equipes finalistas serão agraciadas com prêmios (troféus e medalhas), além de medalhas para o melhor goleiro, para o artilheiro da competição e o melhor jogador (escolhido ao término do campeonato).

 


XI – DOS PROTESTOS

 

Art. 21º - Os protestos serão aceitos até 60 (sessenta) minutos após o encerramento da partida que motivou o referido protesto. Somente o representante legal da equipe poderá assinar e encaminhar o protesto à Comissão Disciplinar.

 

Art. 22º - A AABB não se responsabilizará por acidentes ocorridos com atletas durante os jogos, nem pela aptidão física dos sócios.

 

Art. 23º - Os casos omissos nesse regulamento serão julgados pelo Conselho Disciplinar constituído pelo departamento de esportes.

 

 

DEPARTAMENTO DE ESPORTES DA AABB – CUIABÁ (MT)

 

 

EZEMAR MOURÃO DA SILVA

VICE-PRESIDENTE DE ESPORTES

 

 

Cuiabá, maio 2018

Please reload

Rua Alexandre de Barros, 67 - Chácara dos Pinheiros (Coxipó)
Cuiabá-MT - Cep 78080-030
Tel: (65) 3661-1944 | +55 65 9 9235-2546- E-mail: aabbcba@terra.com.br